Slider

METODOLOGIA

O Habitabis é uma ferramenta com uma metodologia mista que permite o máximo de partilha, colaboração e criação de novas dinâmicas durante os dias do festival, contribuindo para a construção conjunta de novos caminhos. Tem como base um formato assente na partilha directa, na colaboração horizontal e na co-construção de diagnósticos e soluções. Para que haja representatividade no público-alvo, são identificados 3 grupos:

FORMATOS

 

Slider

FORMATO CONFERÊNCIA

Neste formato, juntam-se vários projectos, com diferentes visões, com diferentes realidades e até épocas, divulgando-os de forma aberta a todos os interessados. Pretende-se assim chegar ao cidadão comum, ao estudante de arquitectura, ao de ciências sociais ou qualquer outro potencial futuro criador de soluções, onde claro também se contemplam os jovens que habitam estes bairros e que convivem com estas realidades.

Contextos Internacionais
Contextos Nacionais

Slider

FORMATO SESSÃO DE TRABALHO

Este é o core do Habitabis. É neste formato que se potenciam sessões de trabalho inclusivas e eficientes, com base na colaboração horizontal e na troca de conhecimento peer to peer – entre pares. A dinamização destas sessões de trabalho divide-se em cinco actividades.

> Diagnóstico
> Princípios Fundamentais
> Apresentação e Reflexão
> Abordagens Colaborativas
> Debate final

VER METODOLOGIAS EM ACÇÃO  |  HABITABIS 2018

RESULTADOS

Pretende-se com esta ferramenta extrair a riqueza da experiência individual e do contributo pluralista do grupo, sem correr o risco de procurar alcançar uma resposta universal. Não é objectivo do Habitabis extrair dos seus eventos uma “fórmula mágica” para os processos de Realojamento e Habitação Social, procurando antes criar condições para que os diferentes agentes colaborem, dialoguem e participem na construção de respostas múltiplas.

A metodologia Habitabis foi desenvolvida com o objectivo de ter dois tipos de resultados, que aqui classificamos como Mensuráveis e Não-mensuráveis. Esta divisão é sustentada pela relevância dada, pelo conceito Habitabis, ao fortalecimento das relações socioprofissionais entre participantes.